Você está aqui: Página Inicial / Pesquisas / Projetos de Mestrado em Andamento

Projetos de Mestrado em Andamento

Atualizada em Outubro de 2019

Estudante: Alana Pereira - http://lattes.cnpq.br/1919985555087583

Orientador(a): Profa. Dra. Érica Pugliesi

Projeto de Pesquisa:  “A Política Nacional de Resíduos Sólidos e o descarte de medicamentos pós-consumo: a gestão de resíduos de medicamentos de uso humano no município de São Carlos/SP”

Resumo:    O descarte de medicamentos tem se tornado cada vez mais preocupante, principalmente pelo aumento significativo do consumo de medicamentos nos últimos anos. As legislações acerca do gerenciamento de resíduos de serviços de saúde buscam, em conjunto aos objetivos do desenvolvimento sustentável (Agenda 2030 – ODS) reduzir os impactos socioambientais negativos sobre todo o meio ambiente. Esta pesquisa tem como objetivo realizar um diagnóstico do descarte de medicamentos de uso humano e propor modelos para a logística reversa desses resíduos no município de São Carlos-SP. Para alcançar estes objetivos, será feito um levantamento bibliográfico sobre o tema; caracterização física dos resíduos de medicamentos encaminhados ao aterro sanitário;aplicação de questionários para identificar as práticas atualmente adotadas e propor os cenários para a logística reversa destes resíduos. A coleta de dados e informações será realizada junto à população e aos funcionários de farmácias e drogarias do município. Por fim, será desenvolvido um aplicativo para disponibilizar informações e orientações à população sobre o descarte dos resíduos de medicamentos no município.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES / DS


Estudante: Ana Carolina dos Santos  - http://lattes.cnpq.br/9945335784668298

Orientador: Victor Satoru Saito

Projeto de Pesquisa: “Diversidade beta temporal e espacial em comunidades de fitoplâncton impactadas por agroquímicos pela remoção dos controles top- down e bottom- up

Resumo: Danos em ecossistemas aquáticos no Brasil são comumente oriundos do uso de agroquímicos pela transferência de energia e matéria entre os ambientes terrestres e aquáticos, como no caso da cana- de- açúcar no estado de São Paulo. Diferentes agroquímicos tornam-se potenciais contaminantes podendo levar comunidades a se tornarem semelhantes em composição e diversidade de espécies, diminuindo a diversidade beta no tempo e espaço e levando a homogeneização biótica. Agroquímicos atuam conjuntamente sendo difícil separar a importância relativa em estudos observacionais, porém podemos prever cenários diferentes para cada contaminante, onde, para o fitoplâncton, pesticidas (e.g. fipronil) devem eliminar o controle top-down, por sua toxicidade para o zooplâncton, enquanto os nutrientes usados na agricultura (e.g. vinhaça) devem conduzir a: 1) eutrofização, por ausência do controle bottom-up levando a homogeneização biótica ou 2) heterogeneização biótica, quando o aumento de recursos favorece diferentes espécies. Também podem modificar processos ecossistêmicos como taxa de produção primária, taxa de respiração e taxa de decomposição. Para distinguir o efeito de pesticidas e nutrientes para diversidade beta e processos ecossistêmicos utilizaremos mesocosmos, com contaminações por fipronil e vinhaça. A análise consiste na identificação de comunidades antes e após a contaminação, na contagem de células em citômetros de fluxo e mensuração da biomassa fitoplanctônica por fluorimetria. Também, comparações das taxas de produção primária e respiração por consumo e produção de oxigênio. A expectativa é encontrar novas evidências quanto aos caminhos à qual a contaminação por agroquímicos leva a homogeneização ou heterogeneização biótica em paisagens agrícolas. 

Palavras-chave: Homogeneização biótica, Diversidade beta, Fipronil, Vinhaça, Mesocosmos, Fitoplâncton.

Financiamento: CNPq


Estudante: Ana Flávia Teixeira Matheus - http://lattes.cnpq.br/7870211795396883

Orientador: Prof. Dr. Francisco Antônio Dupas

Projeto de Pesquisa: “Sistemas energéticos residenciais: avaliação do cenário atual brasileiro e alternativas para autogeração sustentável”

Resumo: Este projeto tem por meta estudar o panorama atual dos sistemas energéticos residenciais do país, buscar casos e avaliar a viabilidade da aplicação de microssistemas energéticos híbridos com aproveitamentos das energias solar térmica, fotovoltaica e do biogás proveniente de resíduos orgânicos e esgoto em busca da sustentabilidade energética residencial. Serão analisados os benefícios da implantação dos microssistemas nos âmbitos rural e urbano e os impactos a curto, médio e longo prazos no planejamento territorial.  A pesquisa pretende coletar dados de sistemas de utilização doméstica de energia solar e do biogás de modo a analisar a viabilidade técnica e econômica da aplicação residencial de sistemas híbridos solar- biomassa, considerando a legislação vigente no país, os custos do ciclo de vida dos sistemas, as tecnologias existentes e a disponibilidade de recursos naturais locais. Os resultados servirão como preliminares para orientar a adoção de legislação pertinente e embasamento para fundamentação de sua utilização e fomentos a partir de planos diretores urbano/rurais no Brasil.

Palavras-chave: geração distribuída, energia solar, biodigestor, auto geração energética, sistemas energéticos residenciais, planejamento energético territorial.

Financiamento:


Estudante: Cássia Conceição da Cruz Nespolo - http://lattes.cnpq.br/6623132884943825

Orientador(a): Profa. Dra. Renata Bovo Peres

Projeto de Pesquisa:  “Análise do Sistema de Gestão da Arborização Urbana no Município de São Carlos - SP como Subsídio ao Aperfeiçoamento de Políticas Públicas”

Resumo:    O processo de urbanização e de expansão urbana ocorreu principalmente após a revolução industrial. No Brasil, o principal responsável pelo crescimento das cidades foi o êxodo rural, onde melhores ofertas de condições de vida nas cidades atraiu a população de forma tão acelerada que em 2000 a população urbana brasileira total já estava em 81,2%. Consequentemente, ocorreu a supressão de grande parte da vegetação existente. A falta de vegetação pode ocasionar diversos danos ao ambiente e estes se refletem na qualidade de vida das pessoas. Estudos mostram a importância da arborização urbana e de sua inclusão no planejamento urbano. Neste sentido, este projeto tem o objetivo de investigar a situação atual do sistema de gestão da arborização urbana no município de São Carlos, SP, visando o aprimoramento das políticas públicas locais. A metodologia aplicada neste trabalho será a qualitativa. Tendo como procedimentos metodológicos: levantamento bibliográfico, pesquisa documental e entrevistas semi-estruturadas. A análise dos resultados irá incluir análise documental, análise de conteúdo e análise SWOT. A utilização das análises descritas pretende permitir que sejam identificadas lacunas e potencialidades de aperfeiçoamentos que possam dar subsídio à gestão municipal da arborização urbana de São Carlos, SP, contribuindo com as políticas públicas voltadas para esta atividade.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES / DS


Estudante: Clara Machado dos Santos - http://lattes.cnpq.br/9883471563832939

Orientador(a): Prof. Dr. Rodolfo Antonio de Figueiredo

Projeto de Pesquisa:  “Concepções, práticas e conexão de professores com a natureza em escolas rurais no norte de Mato Grosso”

Resumo:    O projeto de pesquisa visa se aprofundar na temática da relação professor-natureza, com o intuito de verificar qual o tipo de conexão que desenvolvem com a natureza. A hipótese levantada foi de que os professores apresentariam uma diversidade de concepções e ações educativas ambientais, sendo algumas delas simplistas e indicativas de uma educação não crítica das questões ambientais e sem efetiva conexão com seus alunos. A motivação da pesquisa se dá, na medida em que a região de estudo, a cidade de Alta Floresta, localizada no extremo norte de Mato Grosso, faz parte do arco do desmatamento, somada ao fato de não haver pesquisas relacionadas à educação, mais especificamente no contexto da escola do campo, visto isso, tornou-se interessante o desenvolvimento de estudos nesta região, em duas escolas rurais, devido a possibilidade de diálogo e interação entre pesquisadores acadêmicos e os participantes da pesquisa, que potencializará parcerias e espaços de participação e de ações na região, além da formulação de um curso de formação continuada para os professores, construído de maneira dialógica e participativa, que abordará lacunas detectadas, baseadas nos dados da pesquisa. Os objetivos gerais visam comparar duas Escolas Rurais, com metodologias de ensino diferentes, analisando suas diferenças e semelhanças, suas fragilidades e potencialidades no ensino ambiental e compreender as concepções e as práticas pedagógicas de professores, referentes às ações ambientais desenvolvidas ou em desenvolvimento por eles. O percurso metodológico utilizado foi a realização de entrevistas semi-estruturadas e posteriormente a análise das concepções ambientais, será realizada por meio da Análise de Conteúdo Temático Categorial somada ao uso do software livre Iramuteq. Espera-se da pesquisa o êxito no auxílio para a construção do curso de formação continuada, aquisição de novos conhecimentos por parte dos pesquisadores envolvidos, publicação de artigos científicos em periódicos da área e na revista da ONG Instituto Ouro Verde e divulgação em eventos científicos, como maneira de dar um respaldo para os envolvidos na pesquisa e para a sociedade civil.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES


Estudante: Gustavo Nogueira Zeoti - http://lattes.cnpq.br/7187316806135509

Orientador(a): Profa. Dra. Renata Bovo Peres

Projeto de Pesquisa:  “Método de planejamento de redes de greenways: Estudo de caso de Ribeirão Preto, SP”

Resumo:    Objetiva-se propor um método de planejamento para formação de redes de greenways – espaços verdes lineares concebidos com as funções ecológica, cultural e recreativa. Baseia-se em instrumento desenvolvido em Ribeirão Preto, SP, aplicável a cada fragmento de vegetação natural nativa em áreas em processo de urbanização. Baseando-se na relevância de cada fragmento, são aplicadas as medidas – tais como corredores ecológicos e parques lineares entre fragmentos –, levando à formação de uma rede de greenways. Os biomas locais, Mata Atlântica e Cerrado, são considerados hotspots de biodiversidade. Na região predominam paisagens fragmentadas, onde extensões de hábitat foram transformadas em pequenas manchas, isoladas por matrizes diferentes do hábitat original. Os processos de conversão e fragmentação de hábitats iniciaram-se com a expansão da cultura cafeeira, onde predominava Mata Atlântica. O cultivo cafeeiro impulsionou o desenvolvimento econômico, rural e urbano e conformou a paisagem cultural do café. Onde há predominância de Cerrado, os processos são recentes e induzidos principalmente pela monocultura canavieira. Atualmente, as paisagens municipais são marcadas por pequenos fragmentos, isolados em meio a atividades agropecuárias; ou por espaços livres públicos, muitos dos quais também com manchas de hábitat, desconectados em zonas urbanizadas. A metodologia consistirá do estudo de caso do instrumento; de revisão bibliográfica; da identificação e sistematização dos possíveis componentes das paisagens, com a atribuição de peso às respectivas variáveis e hierarquização por análise multicritério, em termos de prioridade para o estabelecimento de conexões ecológico¬–recreativo–culturais; Arranjos e estruturações do método em ambiente SIG; desenho de tipologias de greenways. Espera-se aperfeiçoar o instrumento existente, inclusive com a consideração de fatores culturais; e incrementar a conectividade da paisagem, aqui entendida como o grau em que se facilita ou impede o movimento de organismos entre manchas de recursos e como a mobilidade e integração humana entre espaços livres de uso público.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES/DS


Estudante: Henrique Aio Adorno - http://lattes.cnpq.br/7384615643107023

Orientadora: Prof. Dra. Diana Amaral Monteiro

Projeto de Pesquisa: “Efeito do material particulado atmosférico (MPA) proveniente da atividade siderúrgica sobre a função cardíaca de tilápia, Oreochromis niloticus

RESUMO: O avanço da agricultura e de indústrias atreladas ao rápido desenvolvimento tecnológico provocam mudanças ambientais em ambientes aquáticos e terrestres. O descarte incorreto de resíduos, a emissão de poluentes na atmosfera, a produção em massa de novos produtos, entre outras atividades antrópicas impactam diretamente características físicas e químicas do ambiente abiótico, que por consequência influenciam nas comunidades bióticas. A atividade industrial na obtenção e processamento de ferro, aço e outros processos siderúrgicos resulta na emissão de material particulado atmosférico (MPA) contendo metais livres e/ou nanopartículas (NPs). O acúmulo no organismo pode resultar em disfunção bioquímica e fisiológica com impacto na homeostasia, metabolismo e desempenho animal e na dinâmica do ambiente e na qualidade vida e saúde da população local. Este projeto tem como objetivo avaliar o efeito do material particulado atmosférico (MPA) proveniente de indústrias siderúrgicas na função cardíaca de tilápia-do-Nilo, Oreochromis niloticus, bem como analisar a constituição do MPA, sua biodisponibilidade no meio aquoso e capacidade de acúmulo no tecido cardíaco. Os resultados deste estudo permitirão a melhor compreensão da integridade ecológica de ambientes aquáticos que estão sob influência da deposição do MPA, avançando nas técnicas de biomonitoramento e colaborando com novas técnicas de estudo da saúde ambiental por meio do ambiente biótico, não se limitando apenas às variáveis abióticas. Palavras-chave: contratilidade cardíaca, material particulado atmosférico, desempenho animal, biomonitoramento.

Palavras-chave:

Financiamento:


Estudante: Homel Pedrosa Marques - http://lattes.cnpq.br/8251194335872789

Orientador: Prof. Dr. Frederico Yuri Hanai

Projeto de Pesquisa: “Dos moicanos até o rio doce: uma odisseia no plantio das águas.”

Resumo: O trabalho tem o objetivo investigar e analisar os projetos de plantio de água, produção e conservação de água implementados na porção Mata Atlântica dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo da região sudeste brasileira. Além de pesquisar casos específicos, busca-se estabelecer uma compreensão mais ampla sobre os saberes e as técnicas de “Plantio” de água inter-relacionadas com o conhecimento tradicional e com as políticas públicas de gestão de recursos hídricos e conservação da água. Será utilizado o método de estudo de caso para pesquisar os projetos: Conservador das Águas em Extrema-MG, Plantadores de Água em Alegre-ES e Catskills Watershed em Nova Iorque nos Estados Unidos. Neste sentido, o tema possui relevância porque se propõe a investigar as lacunas de estudos sobre o tema “Plantio” de Água, trata-se de abordagem integrada entre os conhecimentos tradicionais, a produção e conservação de água por meio das técnicas de plantio de água e pela necessidade de organizar novas diretrizes e conhecimentos sobre conservação de água e converge em áreas de conhecimento que visam a abordagem dos problemas relacionados à qualidade de vida e conservação da natureza, considerando como os sistemas ecológicos são influenciados pelas diferentes atividades humanas, e como diferentes estratégias de conservação ambiental influenciam os sistemas sociais e biofísicos. A análise será desenvolvida em quatro níveis: 1) teórico, por meio de uma pesquisa bibliográfica; 2) institucional-legal, por meio de uma análise de conteúdo dos documentos legais que desenvolvem os projetos; 3) dos atores institucionais, por meio de entrevistas gravadas com os formuladores, gestores e executores dos projetos; 4) dos produtores rurais, por meio de entrevistas semiestruturadas junto aos participantes envolvidos diretamente nos projetos; 5) moradores locais e visitantes que conhecem os projetos. A fundamentação teórica pretende discutir os conceitos e abordagens como o Paradigma Hidráulico que norteia a gestão de recursos hídricos desde o século XIX e a Escola de Frankfurt pela vertente da Teoria Crítica Social que debate o pensamento cientifico contemporâneo da sociologia alemã. A implementação dos projetos ocorre em contextos onde há perfis socioeconômicos heterogêneos de produtores rurais, assim o resultado que se pretende alcançar é como potencializar os saberes locais e as tecnologias sociais que promovam a Revitalização das Bacias Hidrográficas, nas quais compreendem os projetos. Desta forma, pretende-se estudar como o plantio de água em diferentes projetos implementados no bioma Mata Atlântica na região sudeste brasileira está realmente contribuindo para revitalizar a microbacia de um rio ou apenas atende interesses da unidade familiar rural.

 Palavras-chave: “Plantio” de água; gestão de recursos hídricos; conservação de água; revitalização de bacias hidrográficas.

 Financiamento:


Estudante: João Pedro Arantes Bigato - http://lattes.cnpq.br/2399479561534944

Orientador(a): Prof. Dr. Luciano Elsinor Lopes

Projeto de Pesquisa:“Planejamento Ambiental de Corredores Ecológicos: O caso da Universidade Federal de São Carlos”

Resumo: .

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES /DS


Estudante: Junio da Silva Luiz - http://lattes.cnpq.br/8870880968252584

Orientador(a): Profa. Dra. Marcilene Dantas Ferreira

Projeto de Pesquisa:  “A INFLUENCIA DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO, EM VARIADAS FORMAÇÕES GEOLÓGICAS, NA INFILTRAÇÃO DAS ÁGUAS E NO  ESCOAMENTO SUPERFICIAL”

Resumo:    A importância dos recursos hídricos é inquestionável, a monetização dos recursos hídricos já é evidente, inclusive já é cada vez mais comum o Pagamento por Serviços Ambientais a proprietários rurais que preservam as águas. Ao lado disso, também, é cada vez mais comuns casos de desastres ambientais relacionados as águas ou a sua ausência, como inundações ou secas. A gestão de recursos hídricos é hoje um dos temas de maior preocupação na sociedade. Porém, recurso hídrico está associado à ocupação territorial. Em bacias sem planejamento, é bem possível que em épocas de estiagem, o curso hídrico seque, ou apresente uma vazão que inviabilize o seu uso para abastecimento ou sanitário, por outro lado, em eventos extremos, é comum que aconteça inundações, resultado de altos deflúvios recorrentes da ocupação inadequada associada a baixa infiltração à montante. O objetivo geral da pesquisa é aprofundar o planejamento territorial associado a gestão de recursos hídricos, estabelecendo valores de infiltrações para diversos pontos de uma bacia hidrográfica, e a partir dos valores encontrado em campo, estabelecer valores mínimos de áreas florestadas para uma determinada bacia (bacia do Cavalheiro). Espera-se encontrar um valor limite para urbanização e exploração do solo em detrimento ao uso do recurso hídrico e a minimização de grandes eventos chuvosos, propondo assim que se estabeleça valores fixos de remanescentes florestais associados a infiltração para a bacia em estudo, para isso, será executado uma série de experimentos a fim de encontrar valores de infiltração para diversos usos do solo como também em buscando entender como a diversidade do solo atua na infiltração.

Palavras-chave:

Financiamento: 


Estudante: Karen Andressa Fernandes  - http://lattes.cnpq.br/0260811586609682

Orientador: Prof. Dr. Celso Maran de Oliveira Orientador

Projeto de Pesquisa: “Poluição sonora causada por atividades ferroviárias:  um estudo de caso em São Carlos, São Paulo, Brasil”

RESUMO: As ferrovias têm um importante papel econômico no Brasil, porém podem gerar poluição sonora nas áreas urbanas. Disso decorre a existência de conflitos ambientais, institucionalizados e não institucionalizados, em que a população requer que o seu direito ao sossego seja respeitado, ao passo que as empresas concessionárias das ferrovias querem manter as suas atividades em andamento. Seja nas capitais ou nos municípios do interior do país, as manifestações têm-se intensificado com vistas à resolução desse tipo de conflito. Nesse sentido, o projeto ora apresentado tem por objetivo analisar os impactos ambientais que a população sofre em decorrência da poluição sonora causada pelo acionamento da buzina de trens de carga, vislumbrando, especialmente, a existência de alternativas tecnológicas que amenizem a poluição sonora e, ainda assim, sejam capazes de garantir a segurança dos transeuntes. A pesquisa será desenvolvida no município de São Carlos, São Paulo, Brasil, como um estudo de caso. Para tanto, serão combinadas abordagens de pesquisa qualitativas e quantitativas: análise documental de um Inquérito Civil instaurado no Ministério Público Federal em São Carlos – São Paulo, que versa sobre o assunto, bem como das normas aplicáveis; pesquisa bibliográfica, a fim de investigar a existência de alternativas tecnológicas ao uso da buzina; pesquisa de campo, para estimar o impacto, via medição do ruído in loco e aplicação de questionário à população lindeira à ferrovia; análise de discurso para entender como os sujeitos significam a poluição sonora e como os sentidos do discurso silenciam outros sentidos. Espera-se que a execução deste projeto de pesquisa resulte na resolução de um conflito ambiental institucionalizado e sirva como base para o estudo de casos análogos, atendendo a um número indeterminado de pessoas.

Palavras-chave: Trem. Ferrovia. Poluição sonora. Poluição Acústica. Inquérito Civil.

Financiamento:


Estudante: Maisa Jampauli Bernardes - http://lattes.cnpq.br/6728463951431735

Orientador: Prof. Dr. Rodolfo Antônio de Figueiredo

Projeto de Pesquisa: “Avaliação do programa municipal de educação ambiental de Bauru-SP”

Resumo: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar as ações educativas do Programa Municipal de Educação Ambiental de Bauru – PMEA segundo seus pressupostos teóricos. É importante avaliar o PMEA, mediante acompanhamento do projeto-piloto que vem sendo realizado, para que eventuais fragilidades sejam reveladas e com isso, reparadas, para que o Programa seja realizado adequadamente e possa atingir seus objetivos. Espera-se, então, que este trabalho subsidie seu processo de adequação, como resultado de um esforço que visa proporcionar um processo educacional ambiental de qualidade aos escolares de Bauru. A pesquisa será de caráter qualitativo, sendo a coleta de dados realizada mediante observações das visitas do projeto-piloto, entrevistas com os monitores dos espaços de educação não formal de Bauru e região e entrevistas com gestores públicos de instituições relacionadas ao PMEA. Também será feita análise documental frente aos documentos da Secretaria Municipal de Educação.

Palavras-chave: [Educação Ambiental; Programa Municipal de Educação Ambiental; Avaliação da Educação Ambiental]

Financiamento:


Estudante: Marcos Rogério Navarro  - http://lattes.cnpq.br/5290919962396662

Orientador:  Prof. Dr. Celso Maran de Oliveira

Projeto de Pesquisa: “AVALIAÇÃO PÓS- OCUPAÇÃO DAS PRAÇAS PÚBLICAS: Perspectivas das Dinâmicas Urbanas e Políticas Públicas de Lazer nas Praças da Poligonal Histórica de São Carlos.”

Resumo: O lazer, como uma das funções sociais da cidade, desempenha papel importante na saúde da população, porém sofreu interferências ao longo das modificações do tecido urbano pós-moderno.  A fragmentação urbana e o zoneamento monofuncional tendem a reduzir os espaços públicos como circuitos de deslocamento pendulares, o que afeta diretamente a qualidade do tempo livre dos cidadãos, especialmente de baixa renda. Como consequência, o esvaziamento do centro da cidade em horários que excedam os comerciais, afasta a população da permanência nos locais destinados ao lazer. Nesse sentido, o presente estudo, baseado no modelo quali-quantitavo, busca avaliar a apropriação das praças da Poligonal Histórica de São Carlos, bem como analisar as políticas públicas municipais de lazer, trazendo à luz a importância do lazer como função social da cidade e como direito fundamental dos cidadãos. Espera-se que a metodologia abordada sirva de mote para estudos futuros, tanto em diferentes regiões do município, quanto em outras cidades médias, com vistas a diminuir as diferenças socioambientais e garantir o desenvolvimento ordenado e sustentável.

Palavras-chave:

Financiamento:


Estudante: Milena Camargo de Paula - http://lattes.cnpq.br/9290057950363758

Orientador(a): Profa. Dra. Juliano Costa Gonçalves

Projeto de Pesquisa:  “Arranjos institucionais de manejo e extração do açaí nas áreas de uso comum na Resex de Lago do Cuniã (RO) e na comunidade de São Carlos do Jamari (RO)

Resumo:    Para a conservação florestal e da biodiversidade é preciso saber usar os recursos naturais de maneira sustentável, evitando sua degradação e a do ambiente. Na Amazônia, populações florestais como as extrativistas, têm condições para utilização sustentável dos recursos, baseadas numa gestão de governança de uso comum (OSTROM, 1990). O objetivo do presente trabalho é diagnosticar os arranjos de governança da gestão participativa no manejo dos produtos açaí e castanha, de uso comum na Reserva Extrativista Lago do Cuniã e no distrito de São Carlos do Jamari, em Rondônia. A metodologia baseia-se em estudo de caso, com revisão de literatura sobre recursos comuns e manejo de produtos florestais não madeiros; entrevistas semi estruturadas e mapas participativos. A análise dos dados qualitativos será hermenêutico-dialética, que possui etapas de ordenação, classificação e análise final. Espera-se que o trabalho contribua na compreensão do manejo local dos recursos naturais com relação aos arranjos institucionais para inclusão das populações na gestão participativa, colaborando na utilização dos recursos naturais economicamente sustentáveis.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES/DS


Estudante: Raquel Reia Pinheiro  -  http://lattes.cnpq.br/6505352273602736

Orientadora: Profa. Dra. Renata Bovo Peres

Projeto de Pesquisa: “Planos de manejo no contexto de parques urbanos”

Resumo: Dentre as áreas verdes das cidades o Parque Urbano é uma categoria que apresenta múltiplos benefícios e funções. A existência de instrumentos que visem um melhor planejamento e gestão desses espaços são de extrema relevância para que estes estejam cada vez mais presentes na área urbana. Um instrumento bastante difundido no âmbito de Unidades de Conservação (UC) são os Planos de Manejo, estes documentos visam fornecer informações relevantes sobre o espaço gerido, o zoneamento da área, as normas para uso, instruções para manejo dos recursos naturais e etc. As problemáticas que compõem a dinâmica urbana e a falta de instrumentos de planejamento especificamente voltados ao monitoramento dos Parques Urbanos, sugerem, para este contexto, uma adequação dos planos de manejo aplicados em UCs. O município de São Carlos – SP através do Decreto nº 170/2017, consolidou a criação de sete Parques Urbanos de Proteção, Lazer e Educação Ambiental, sendo de extrema relevância, estudos que conduzam a elaboração de instrumentos de apoio a gestão destes espaços, como por exemplo os Planos de Manejo. Neste sentido, o objetivo geral desta pesquisa é estabelecer um conjunto de diretrizes para a elaboração de planos de manejo e gestão para parques urbanos. De forma complementar, os objetivos específicos são: a) Analisar o modelo estrutural dos Roteiros Metodológicos propostos pelo IBAMA e do Sistema Ambiental Paulista; b) Investigar Planos de Manejo de UCs que encontram-se no contexto urbano; c) Identificar aspectos e demandas do município São Carlos-SP; d) Pesquisar exemplos de parcerias que resultaram na implementação e manutenção de Parques Urbanos. Os procedimentos metodológicos que serão utilizados são: análises documental e bibliográfica sobre o tema, entrevistas com agentes sociais locais, estudo de caso de um parque urbano no município de São Carlos-SP e parques urbanos que apresentem modelos de parcerias para implementação, gestão e manejo de suas áreas.

Palavras-chave: Manejo de Parques. Gestão pública. Instrumentos de planejamento urbano.

Financiamento:


Estudante: Pedro Henrique de Godoy Fernandes - http://lattes.cnpq.br/5104545255226893

Orientador(a): Profa. Dra. Renata Sebastiani

Projeto de Pesquisa:  “ESTUDOS DE SIMILARIDADE FLORÍSTICA E ESTRUTURA DA FLORESTA CILIAR DA GUARNIÇÃO DA AERONÁUTICA DE PIRASSUNUNGA (SP)”

Resumo:    Uma das fitofisionomias da Mata Atlântica mais afetadas pelo desmatamento é a Floresta Estacional Semidecidual, em virtude do crescimento populacional e econômico. Essa supressão cria manchas isoladas de floresta envolto por áreas transformadas para o beneficiamento humano, aumentando o efeito de borda e o isolamento de espécies, tornando agravante a sobrevivência, instalação e manutenção desses indivíduos. Uma das maiores fontes de propágulos para o enriquecimento da área é o banco de sementes do solo, pois é constituído por sementes advindas dos próprios indivíduos da área, quanto por outras regiões. Outro fator relevante de alteração, é a estrutura arbórea da comunidade, em que a heterogeneidade é favorecida, ocasionando mudança na composição florística e estrutural. Tal alteração geralmente é resultado de mudanças em variáveis como características físico-químicas do solo e incidência solar na área. O estudo será realizado na Guarnição da Aeronáutica, sediada na cidade de Pirassununga (SP). Para a análise do banco de sementes, serão coletados amostras em 10 parcelas e posteriormente germinadas em condições ótimas no viveiro, para que seja possível analisar a similaridade com o levantamento florístico da área. Já para a estrutura florestal, irá se utilizar o equipamento solar pathfinder para medição de incidência solar, e amostras compostas de solo de cada parcela, para que sejam confrontadas com os dados de mensuração horizontal do fragmento, e posteriormente, formulado um gráfico de Análise de Componentes Principais (ACP).

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES /DS


Estudante: Pedro Henrique de Oliveira Zanette - http://lattes.cnpq.br/4590392282100223

Orientador(a): Profa. Dra. Renata Sebastiani

Projeto de Pesquisa:  “A cultura de matriz africana pode contribuir para a conservação da biodiversidade? Um exemplo da comunidade de Camdomblé  Ile Omo Ayie, do município de São Luis do Paraitinga (SP)”

Resumo:    O modo de exploração de recursos naturais no Brasil ocorreu de maneira altamente predatória impactando fortemente nossos biomas, reflexo de como nossa sociedade construiu sua relação com o meio ambiente do qual faz parte. O aumento da conscientização ambiental promoveu a criação de leis, como o código florestal entre outras leis, no intuito de garantir a preservação de ecossistemas e recursos naturais. Porém tais leis não tem sido cumpridas adequadamente e vem sofrendo flexibilizações por decisões do congresso nacional, o que reduz a eficácia de tais instrumentos. Junto a este cenário existem aqueles que carregam conhecimentos e práticas populares, contribuem para a conservação de ecossistemas e seus serviços ambientais. As comunidades de terreiros de Candomblé, por exemplo, possuem uma relação diferente com seu meio ambiente pois sua cultura e seu modo de vida tem como pilar a conexão com elementos naturais que são tidos como sagrados. Para manutenção de seus hábitos religiosos dependem de água limpa, de diversas espécies de plantas e alimentos. Sendo assim, tal ligação com a natureza tem o potencial de estimular a preservação e recuperação de espaços em que ocupam, além de promoverem o plantio de diversas espécies de plantas, ou quando possuem terras ou através da aquisição de outros produtores. É possível notar que a preservação e recuperação de ambientes naturais geram um aumento na resiliência de  ecossistemas e de espécies, tornando tais mais resistentes a alterações e impactos ambientais, além de manter a biodiversidade. Neste projeto pretende-se estudar como esta cultura pode contribuir para este caminho de conservação ambiental.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES/DS


Estudante: Rebeca Leme Oliva - http://lattes.cnpq.br/5883865030300571

Orientador(a): Prof. Dr. Marcel Okamoto Tanaka

Projeto de Pesquisa:  “Efeitos de Home Field Advantage (HFA) e da qualidade da matéria orgânica na restauração de solos em zonas ripárias”

Resumo:    A decomposição de matéria orgânica faz parte do processo de ciclagem de nutrientes e garante a disponibilização dos mesmos no solo. Alterações ecossistêmicas, como ações antrópicas, podem impactar diretamente as taxas de decomposição de um ecossistema, e dependendo da gravidade da perturbação, o ambiente pode não conseguir se recuperar sozinho. Assim, se fazem necessários projetos de Restauração de Ecossistemas para garantir que todas as funções ecossistêmicas sejam reabilitadas. Porém, não é comum considerar o processo de decomposição na escolha de espécies a serem introduzidas nestes projetos. As taxas de decomposição são influenciadas principalmente pela qualidade da matéria orgânica, ou seja, pela composição química foliar da matéria introduzida na serrapilheira. Essa composição química pode gerar, por exemplo, folhas mais lábeis (que se decomponham mais rapidamente) ou recalcitrantes (de decomposição mais lenta, mais difícil). Além da qualidade da matéria orgânica, o efeito de Home Field Advantage (HFA) tem mostrado uma certa influência nas taxas ecossistêmicas de decomposição, principalmente de compostos recalcitrantes. A teoria do HFA propõe que microrganismos tenham se adaptado para decompor certos compostos, gerando uma biota decompositora  especializada para plantas que componham o input de matéria orgânica de um ecossistema. Assim queremos testar nesse projeto se o HFA existe em Zonas Ripárias restauradas e ainda se depende da qualidade da matéria orgânica ou da qualidade do solo. Esperamos com esse projeto encontrar resultados que comprovem a importância da ciclagem de nutrientes para o processo de restauração de um ecossistema, e que ela deve ser levada em consideração na escolha de espécies para o reflorestamento.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES/DS


Estudante: Sammy Dutra Saquy - http://lattes.cnpq.br/3747761281022550

Orientador(a): Prof. Dr. Juliano Costa Gonçalves

Projeto de Pesquisa:  “A descentralização da gestão ambiental pública: Estudo de caso no município de Ribeirão Preto/SP”

Resumo:    A busca constante pela proteção e conservação da natureza tem se mostrado de extrema importância para a população haja visto que a pressão sobre o poder público em apoiar e cooperar com as ações em prol do meio ambiente tem aumentado constantemente. Um ponto que vem sendo discutido é para que essas ações se adequem a peculiaridades locais e torne cada vez mais viável esse objetivo e com isso a descentralização da gestão ambiental de órgãos públicos vem de encontro com esse intuito. Para alcançar a eficiência na proteção do meio ambiente a partir do envolvimento de diferentes agentes e setores, os instrumentos de gestão ambiental amparam as ações públicas, possuem diversas funções, tipologias e estão presentes na legislação ambiental. O presente projeto tem como objetivo investigar o funcionamento da gestão ambiental publica descentralizada, os instrumentos de gestão utilizados na atuação das três esferas do governo dentro desse contexto e seus respectivos percalços e dificuldades na integração e comunicação entre os vários órgãos envolvidos no município de Ribeirão Preto/SP. Será realizado um levantamento documental e bibliográfico relacionado a temática além da confecção de entrevistas estruturadas a serem aplicadas com gestores de cada órgão com posterior análise do discurso para embasar a discussão dos dados qualitativos obtidos.

Palavras-chave:

Financiamento: CAPES /DS


Estudante: Vitor Augusto Luizari Camacho - http://lattes.cnpq.br/8699544780403735

Orientador: Prof. Doutor Luiz Eduardo Moschini

Projeto de Pesquisa: “Espaço urbano e meio ambiente:  Geotecnologias do atlas socioambiental da cidade de São Carlos – SP”

Resumo: O presente projeto, “Espaço urbano e meio ambiente: Geotecnologias do atlas socioambiental da cidade de São Carlos – SP.”, tem como ponto de partida a crescente relevância da temática que envolve os estudos do meio ambiente no espaço urbano, com intuito de garantir a promoção da qualidade de vida, a redução das desigualdades e dos impactos das mudanças climáticas e alterações do meio ambiente que geram prejuízos sociais, materiais e ambientais. Utilizando do amplo conjunto das tecnologias baseadas na localização, as chamadas geotecnologias e o ambiente SIG - Sistema de informações geográficas no software livre QGIS - QuantumGIS, para a produção de um altas socioambiental da cidade de São Carlos – SP. A cidade apresenta processos dinâmicos que se inter-relacionam, sejam de caráter social como as desigualdades socioespaciais, como de caráter ambientais como a degradação e riscos, estes que também estão presentes nas demais cidades brasileiras. A escala do espaço urbano foi escolhida pois é onde estes processos estão evidenciados, é neste espaço em que diferentes indivíduos, grupos e comunidades interagem e convivem entre si e com o ambiente (construído ou natural). Os resultados serão evidenciados por meio de múltiplas cartografias contendo quatro características: a ambiental, a socioeconômica, a de infraestrutura urbana e a de riscos. Pretende-se servir como subsídio a políticas públicas por proporcionarem baixas custos, rápidas tomadas de decisões e a possibilidade do acompanhamento de mudanças.

Palavras-chave: Planejamento Urbano, espaços públicos, Integração, Instrumentos de planejamento urbano.

Financiamento:


Estudante: Wesley Rafael Nunes da Silva -  http://lattes.cnpq.br/3504362324773391

Orientador:  Prof. Dr. Vandoir Bourscheidt

Projeto de Pesquisa: “Análise de estratégias para identificação de copas de árvores em áreas arbóreas utilizando imagens de veículos aéreos não-tripulados”

Resumo: As mudanças ambientais promovidas direta ou indiretamente pelas ações antrópicas, aliadas ao rápido desenvolvimento tecnológico, têm resultado no avanço frequente das abordagens utilizadas na elaboração de estratégias para a conservação, e o uso das ferramentas de geoprocessamento surge como um grande aliado nesse processo. No entanto, sua aplicabilidade é muitas vezes limitada pela qualidade das imagens disponíveis para análise e, por vezes, pelas técnicas utilizadas para interpretação dos dados. Os veículos aéreos não tripulados (VANTs) vêm se tornando uma excelente alternativa em termos de qualidade dos dados, permitindo a obtenção de imagens de alta resolução e com baixo investimento. Além disso, com a facilitação do acesso às técnicas de aprendizagem de máquinas, é possível interpretar as imagens de alta resolução com um novo nível de detalhe, o que pode abrir caminho para estratégias de estudo do espaço mais detalhadas. Dessa forma, neste estudo pretende-se utilizar imagens de VANTs para avaliar diferentes técnicas ou estratégias para segmentação de copas de árvores visando identificar o(s) método(s) mais adequado(s) para a identificação e contagem de indivíduos arbóreos. Os seguintes métodos serão avaliados: segmentação por filtro de moda, multiresolution segmentation, watershed segmentation e segmentação por aprendizagem profunda. As imagens serão obtidas em áreas com diferentes fisionomias vegetais (silvicultura, cerrado e mata ciliar), visando avaliar o impacto dessas sobre os resultados. Estes ainda serão comparados entre si utilizando um conjunto de dados para validação (verdade terrestre) gerado a partir de amostras da imagem, a fim de observar a acurácia dessas técnicas quando utilizadas sobre imagens adquiridas por VANT. O estudo, além de avançar sobre as técnicas de aprendizado de máquina e aplicações envolvendo os produtos de VANTs, pretende trazer benefícios ao meio ambiente, principalmente com melhorias ao monitoramento florestal.

Palavras-chave:

Financiamento: